Kid/Teen coaching

Coaching Infantil – o que é isso?

Para tornar o mundo num lugar melhor é preciso transformar as crianças e adolescentes em seres humanos mais responsáveis, mais pró-ativos, equilibrados, felizes, com autonomia, saudáveis emocionalmente, socialmente e prontos para lidar com as dificuldades rotineiras que enfrentam. Ou seja, precisamos que eles se tornem pessoas mais resilientes.

E já que criança vem sem manual, vamos buscar técnicas e ferramentas para otimizar o convívio entre elas e os adultos. Esta é exatamente a proposta do método Kids Coaching desenvolvido pela psicóloga Márcia Belmiro: ajudar pais e professores a se comunicarem de uma forma mais assertiva com o mundo infantil.

O QUE É: é um processo que se faz por meio de técnicas e ferramentas testadas e validadas cientificamente para ajustar comportamentos da criança, da família e da escola que precisam de melhoria.

QUAL É O FOCO: é auxiliar crianças, pais, cuidadores e educadores na mudança comportamental em situações rotineiras da vida mas que trazem muitos transtornos e dificuldades.

BENEFÍCIOS PARA A CRIANÇA: maior auto-confiança; auto-motivação; grande senso de conquista; melhor relacionamento com pais; irmãos e amigos; maior aceitação e tolerância no convívio com outros; senso de pertencimento; melhor entendimento sobre si mesmos e sobre seus sentimentos.

BENEFÍCIOS PARA PAIS E PROFESSORES: melhor relacionamento com suas crianças; mudança na percepção sobre a criança, seus potenciais e suas possibilidades; maior auto-confiança em suas habilidades de educadores; aumento de auto-conhecimento; melhor entendimento dos seus sentimentos; técnicas práticas e facilmente aplicáveis para lidar com suas próprias emoções e para auxiliar seus filhos e alunos a lidarem com as emoções.

DURAÇÃO: 10 sessões

PRINCÍPIOS DO KIDS COACHING:

• não trata, não cura e não substitui os profissionais da saúde, mas acelera auxilia os processos;
• não julgamento;
• auto-responsabilidade;
• foco no futuro;
• pais são os melhores coaches dos filhos;
• trabalha com objetivos a serem alcançados pelo sistema familiar;
• possui técnicas específicas;
• trabalha a criança para ser criança – livre, socialmente hábil, associando emoção e razão.

Se as crianças aprenderem a viver com suas emoções e sentimentos de forma adequada, estaremos formando pessoas mais plenas e felizes, o que retorna em seu benefício e, também, em benefício de todos.