Novidades Psicologia TDAH

TDAH na volta as aulas

Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade ou Trabalhando Direito a Atenção e Hiperatividade? Só depende de você. Isso mesmo, tudo depende do foco que você vai querer dar para os sintomas de TDAH do seu filho.

Daqui a pouco seus filhos já vão voltar para a escola. Você pode se sentir um pouco aliviado, mas não se sinta culpado. O fato é que por mais que seus filhos reclamem de voltarem às aulas e estudarem eles também estão com saudade de rever os amigos e conviver com eles diariamente.

Crianças com Transtorno de Défict de Atenção e Hiperatividade podem parecer mais difíceis de retomar o rotina mas não se intimide, você pode ajudar preparando-as para começar a voltar para a escola com a atitude certa. É melhor falar com elas individualmente para ter certeza de que estão envolvidas na conversa.

As dicas a seguir se aplicam a estudantes de todas as idades, até mesmo aqueles que vão para a faculdade.

1. Escolha um momento em que seu filho pareça aberto e disposto a falar com você, sem distrações. Talvez uma boa escolha seja no carro. Pergunte sobre as expectativas dele para o próximo ano e exponha as suas. Essa conversa vai ajudar a definir o rumo para todo o ano letivo que se inicia e pode lhe dar pistas valiosas sobre possíveis problemas futuros.

2. Fale com ele sobre objetivos que ele tem. Provavelmente ele não terá nenhum. Esta é uma grande oportunidade de ajudá-lo a definir metas realistas. Lembre-se de que, se ele não tem um roteiro de como ele vai “estudar”, suas chances de se dar bem não serão tão bom. Planeje sempre sequência de pequenos passos.

3. Fale sobre como você está disposto a ajudá-lo em seus trabalhos escolares. Este também é um bom momento para dizer-lhe até aonde você vai ou não ajudá-lo. Ao estabelecer esses limites antes do início do ano letivo, você vai mostrar que ficar na escola é o trabalho dele, não seu.

4. Organize um bom lugar para o seu filho estudar. Se ele tiver um lugar especial para fazer seu trabalho, ele ficará mais focado e motivado.

5. Discuta com o seu filho quais são as regras mais adequadas para que ele aprenda bem. À que hora do dia você vai exigir que ele faça sua lição de casa? Ele costuma procrastinar? Será que ele tem uma boa disciplina? Às vezes, é melhor que as crianças façam o para casa assim que chegam da escola por ainda estarem no “modo escola”. Já outras precisam de descontrair um pouco para depois retomarem os afazeres da escola.

6. Incentive seu filho a se envolver em atividade física após a escola já que ele ficou sentado durante um longo período na escola. Isso vai ajudá-lo a focar mais facilmente no seu dever de casa.

7. Pergunte a ele que preocupações ele tem para o próximo ano letivo. Ajude-o a vencer os fantasmas que estão em sua mente. Às vezes as crianças ficam ansiosas só de pensar a escola, especialmente se já tiveram problemas no passado, com é comum com quem tem TDAH. Se você perceber alguma perturbação mais séria, conte com a ajuda dos professores da escola ou considere buscar a ajuda de um profissional. Você não tem que resolver isto sozinho. Quanto mais cedo você ajudá-lo a compreender e lidar com seus problemas, mais fácil a vida escolar dele será no futuro.

8. Fale com ele sobre seus professores. Explique para ele que é preciso ser flexível quando se tem novos professores, porque ele pode não gostar de alguns deles. Às vezes as crianças se recusam a trabalhar para um professor que não gosta, não percebendo que eles estão apenas prejudicando a si mesmos. Se o seu filho tiver problemas com um professor, recorra a ajuda do coordenador para mudar as coisas. A melhor abordagem é a de dizer a ele que você está percebendo uma dificuldade de relacionamento e que você gostaria de ajudar a tornar o trabalho do professor mais fácil, trabalhando com seu filho em casa. Os professores gostam de sentir que fezem parte de uma parceria com os pais.

9. Certifique-se de que a criança entende as regras da escola e explique qualquer coisa que ele não entenda. Se o seu filho é o tipo que testa os limites, certifique-se de que ele entende as futuras conseqüências. E deixe claro para ele que você apoia as regras da escola e espera que ele faça o mesmo.

10. Se o seu filho não tiver nenhuma atividade extra-curricular prevista para o ano, converse com ele sobre o que poderia interessá-lo. Faça-o entender que estas atividades são uma parte importante da experiência escolar.

O novo ano escolar pode ser um momento emocionante, mas também pode ser cheio de apreensão para os alunos. Deixar seu filho saber quais são suas expectativas, bem como o fato de que você estar lá para apoiá-lo com certeza ajudará aos dois a terem um ótimo começo de ano.